Twitter Youtube
Boletim Eletrônico
nome
email
Enviar Notícia para um amigo
Imprimir

Notícias

17/07/2014 10:32

ADUNEB aprova Indicativo de greve e atividades de mobilização


foto: Professores deliberam Indicativo de Greve

 A Assembleia Geral (AG) da ADUNEB aprovou nesta quarta-feira, 16.07, o indicativo de greve da categoria. A deliberação é uma resposta dos professores à traição do governo Jaques Wagner, que barrou o Projeto de Lei (PL) de desvinculação das classes ao quadro de vagas docente; e da grave crise financeira imposta às Universidades Estaduais da Bahia (Ueba). A AG aprovou ainda atividades de mobilização em defesa da universidade pública, estatal, gratuita e socialmente referenciada. Entre as ações estará uma paralisação de três dias, com portões fechados, com data ainda a ser divulgada, após negociação com as Ueba, no Fórum das ADs, com perspectiva para o segundo semestre letivo de 2014.

O PL de Desvinculação foi negado pela Secretaria de Administração (Saeb), após nove meses de discussões e acordo afirmado entre Fórum das ADs, Fórum dos Reitores e Secretaria da Educação. O PL é uma bandeira de luta do Movimento Docente (MD) que, se aprovado, diminuirá o déficit no quadro de vagas e permitirá a promoção na carreira de dezenas de professores, que aguardam na fila de espera. A promoção é um direito do trabalhador docente, garantido em lei.  
 
O indicativo de greve é também uma resposta da categoria ao estrangulamento orçamentário das Ueba. Segundo a diretoria da ADUNEB, há anos o MD luta por orçamento maior, compatível com as atuais demandas da universidade em ensino, pesquisa e extensão. Para aumentar a crise, este ano foram cortados do orçamento quase R$ 14 milhões das universidades estaduais baianas. Atualmente, as Ueba sofrem por falta de infraestrutura em laboratórios e salas de aula, não realização de concursos para professores e técnicos, evasão de estudantes por ausência de política eficaz de permanência estudantil, falta de autonomia de gestão, atrasos nos pagamentos de bolsas de pesquisa e serviços terceirizados, entre outros problemas. A reivindicação do Fórum das ADs, que é composto pelas Associações Docentes das quatro estaduais baianas – Uneb, Uefs, Uesb e Uesc é o repasse orçamentário de 7% da Receita Líquida de Impostos, recurso que hoje não chega a 5%.
 
A ADUNEB ressalta a necessidade do envolvimento de toda a categoria nas discussões sobre o PL, como também na luta por maior orçamento à educação pública superior. A diretoria do sindicato salienta que, apesar do tensionamento necessário devido à postura de descaso do governo estadual, os professores continuam abertos ao diálogo, com postura democrática e em busca da resolução do problema sem a necessidade de radicalização do movimento.
 
As deliberações da AG da ADUNEB agora serão levadas ao Fórum das ADs, espaço de construção conjunta da luta, feita pelo Movimento Docente das Ueba. 
 


Fonte: ADUNEB

voltar

Outras Notícias

TV ADUNEB

outros vídeos

Enquete

Logo publicaremos nova enquete. Aguarde!




by Jourdan DesignAssociação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia
Estrada das Barreiras s/n - Uneb - Cabula - CEP: 41150-350
Salvador - Bahia. Tele/fax: (71) 3257-9333 / 5803. Email: aduneb@atarde.com.br