Twitter Youtube
Boletim Eletrônico
nome
email
Enviar Notícia para um amigo
Imprimir

Clipagem

11/08/2011 09:34

Obras do metrô na capital baiana completam 12 anos

Priscila Chammas | Redação CORREIO

O metrô é curto, mas a história é longa. Este mês o sistema de pouco mais de 12 quilômetros, pensado para ligar a Lapa à Estação Pirajá, completa 12 anos, a contar da data de licitação. A Secretaria Municipal dos Transportes (Setin) não sabe informar a data exata do início do processo, mas estudantes da capital resolveram comemorar hoje o aniversário do metrô, cuja obra ainda não foi concluída.

“Como é o Dia do Estudante, resolvemos aproveitar a data”, explicou o secundarista Cícero Cotrim, um dos idealizadores da manifestação organizada pela internet e marcada para as 16h30, no canteiro da Bonocô.

Segundo Cícero, a ideia surgiu após uma conversa com um professor sobre a longa e nebulosa história do sistema, alvo de investigações e CPI. No ano passado, quando investigava um outro caso envolvendo as construtoras que compõem o consórcio de construção do metrô (Metrosal), a Polícia Federal encontrou indícios de superfaturamento, desperdício e falhas de licitação e execução nas obras.

A partir daí, o Ministério Público Federal começou a investigar o caso e foi aberta uma CPI na Assembleia Legislativa da Bahia. Mas, nem um nem outro avançou, graças a uma decisão do Supremo Tribunal de Justiça, que considerou ilegais as provas conseguidas por escuta telefônica. A defesa também alegou que o metrô não era o objeto inicial da investigação e, desde então, o processo corre em segredo de Justiça.

Ontem à noite, o governo do estado anunciou que será publicado hoje no Diário Oficial a “adoção da tecnologia metroviária para a Avenida Paralela”, como havia antecipado o governador Wagner após acordo com a prefeitura.



Elaborado pela assessoria de comunicação da ADUNEB, o serviço de Clipagem apresenta um resumo das informações ligadas à Educação e ao movimento sindical publicadas pelos principais jornais, agências e sites de notícias do país.

É utilizada pela ADUNEB como ferramenta para manter os professores atualizados. Os conceitos e opiniões veiculados nas matérias são de responsabilidade exclusiva do veículo em que foram publicadas e não refletem, necessariamente, a opinião da ADUNEB, diretoria e assessoria de comunicação.

Fonte: Correio da Bahia

voltar

Outras Clipagens

TV ADUNEB

outros vídeos

Enquete

Logo publicaremos nova enquete. Aguarde!




by Jourdan DesignAssociação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia
Rua Silveira Martins, 2555 - Cabula - CEP. 41195-001 - Salvador - BA
Telefax - (71) 3257-9333 / 5803. E-mail: aduneb@atarde.com.br