Twitter Youtube
Boletim Eletrônico
nome
email
Enviar Notícia para um amigo
Imprimir

Clipagem

11/08/2011 09:34

Obras do metrô na capital baiana completam 12 anos

Priscila Chammas | Redação CORREIO

O metrô é curto, mas a história é longa. Este mês o sistema de pouco mais de 12 quilômetros, pensado para ligar a Lapa à Estação Pirajá, completa 12 anos, a contar da data de licitação. A Secretaria Municipal dos Transportes (Setin) não sabe informar a data exata do início do processo, mas estudantes da capital resolveram comemorar hoje o aniversário do metrô, cuja obra ainda não foi concluída.

“Como é o Dia do Estudante, resolvemos aproveitar a data”, explicou o secundarista Cícero Cotrim, um dos idealizadores da manifestação organizada pela internet e marcada para as 16h30, no canteiro da Bonocô.

Segundo Cícero, a ideia surgiu após uma conversa com um professor sobre a longa e nebulosa história do sistema, alvo de investigações e CPI. No ano passado, quando investigava um outro caso envolvendo as construtoras que compõem o consórcio de construção do metrô (Metrosal), a Polícia Federal encontrou indícios de superfaturamento, desperdício e falhas de licitação e execução nas obras.

A partir daí, o Ministério Público Federal começou a investigar o caso e foi aberta uma CPI na Assembleia Legislativa da Bahia. Mas, nem um nem outro avançou, graças a uma decisão do Supremo Tribunal de Justiça, que considerou ilegais as provas conseguidas por escuta telefônica. A defesa também alegou que o metrô não era o objeto inicial da investigação e, desde então, o processo corre em segredo de Justiça.

Ontem à noite, o governo do estado anunciou que será publicado hoje no Diário Oficial a “adoção da tecnologia metroviária para a Avenida Paralela”, como havia antecipado o governador Wagner após acordo com a prefeitura.



Elaborado pela assessoria de comunicação da ADUNEB, o serviço de Clipagem apresenta um resumo das informações ligadas à Educação e ao movimento sindical publicadas pelos principais jornais, agências e sites de notícias do país.

É utilizada pela ADUNEB como ferramenta para manter os professores atualizados. Os conceitos e opiniões veiculados nas matérias são de responsabilidade exclusiva do veículo em que foram publicadas e não refletem, necessariamente, a opinião da ADUNEB, diretoria e assessoria de comunicação.

Fonte: Correio da Bahia

voltar

Outras Clipagens

TV ADUNEB

outros vídeos

Enquete

Logo publicaremos nova enquete. Aguarde!




by Jourdan DesignAssociação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia
Estrada das Barreiras s/n - Uneb - Cabula - CEP: 41150-350
Salvador - Bahia. Tele/fax: (71) 3257-9333 / 5803. Email: aduneb@atarde.com.br